NOTICIAS DO MUNDO

Loading...

O QUE VOCE ACHOU DO MEU BLOG

Loading...
Loading...

PROFESSOR CHARLES LINS

PROFESSOR CHARLES LINS

BEM-VINDOS AO BLOG DO PROFESSOR CHARLES LINS

É COM ALEGRIA QUE AGRADECEMOS A SUA NOBRE VISITA

Pesquisar este blog

Carregando...

Seguidores

segunda-feira, 19 de julho de 2010

AS BELEZAS DE PERNAMBUCO O LEÃO DO NORTE


Recife à noite



“De limpeza e claridade
é a paisagem defronte.
Tão limpa que se dissolve
A linha do horizonte.
 
As paisagens muito claras
Não são paisagens, são lentes.
São íris, sol, aguaverde
Ou claridade somente.
 
Olinda é só para os olhos,
Não se apalpa, é só desejo.
Ninguém diz: é lá que eu moro
Diz somente: é lá que eu vejo.
 
Tão verdágua e não se sabe
A não ser quando se sai.
Não porque antes se visse,
Mas porque não se vê mais.
 
As claras paisagens dormem
No olhar, quando em existência.
Diluídas, evaporadas,
Só se reúnem na ausência.
 
Limpeza tal só imagino
Que possa haver nas vivendas
Das aves, nas áreas altas,
Muito além do além das lendas.
 
Os acidentes, na luz,
Não são, existem por ela.
Não há nem pontos ao menos,
Nem há mar, nem céu, nem velas.
 
Quando a luz é muito intensa
É quando mais frágil é;
Planície, que de tão plana
Parecesse em pé (PENA FILHO, 1983; 18).

Fernando de Noronha é destino ideal para adeptos do mergulho

janeiro 4, 2010
Reconhecida mundialmente por sua belezas naturais, a ilha de Fernando de Noronha atrai turistas que desejam passar algum tempo submerso em suas águas transparentes através da prática de mergulho ou surfar em um dos mais belos cartões postais brasileiros.

Mergulhe nas águas quentes de Recife

novembro 11, 2009
Recife Diving
Seja para navegar em águas calmas, seja para descobrir as belezas do fundo do mar, o Recife (PE) tem sempre um bom programa. Embarque nessa.
Passeio de jangada em Boa Viagem
Entre recifes de corais, ao balanço suave do mar, o visual da praia urbana que é cartão postal do Recife.
Passeio de catamarã
Navegando pelo Rio Capibaribe, o passeio oferece bela visão das três ilhas que forma o centro de Recife, suas pontes, edificações e paisagens. No retorno do passeio, a pedida é ver o pôr do sol na Casa de Banhos, localizada nos arrecifes do Porto.
Do mar às esculturas
Travessia em pequenos barcos para a visitação ao Parque das Esculturas, de Francisco Brennand. O parque tem 51 esculturas representando ovos, tartarugas, maçaricos e sentinelas que guardam a principal obra do parque, a Torre de Cristal, inspirada em uma flor descoberta pelo paisagista Burle Marx.
Mergulho no Parque de Naufrágios do Recife
A prática é favorecida pela alta visibilidade e temperatura das águas – em torno de 26º C. Recife, a “capital brasileira do mergulho em naufrágios“, é um dos mais completos destinos do segmento no país. Os passeios subaquáticos acontecem diariamente, mediante agendamento. A cidade dispõe de operadoras de mergulho qualificadas e experientes. Confira.
Foto: Scuba rec
Fonte: Recife te quer

Fernando de Noronha com Atlantis Divers

outubro 14, 2009
Atlantis
A Atlantis Divers, maior operadora de mergulho do Brasil, e, também, referência em segurança, oferece operação land based em Fernando de Noronha e Recife (Aquáticos), operações de live aboard e veículos off road (caminhões 4×4 e 6×6) para expedições de mergulho em água doce.
Foto interna Enterprise
Interior do Atlantis Enterprise.
O turismo de mergulho é uma das modalidades que está em constante crescimento. Para atender a demanda, a empresa oferece a operação live aboard, na qual mergulhadores mais experientes ficam embarcados durante toda a viagem e contam com o serviço de hospedagem, refeições inclusas e as operações de mergulho autônomo.
Mergulho Corveta em Fernando de NoronhaMergulho em Fernando de Noronha.

Algumas regiões do Brasil podem ser descobertas através dos roteiros da Atlantis Divers. Fernando de Noronha, Recife, Maceió, Natal, Paraíba e Paraty são alguns deles.
Veja mais no Portal Mergulho Brazil!
Por Carla Layane

Mergulho e Surf no Drop Zone Thaiti

outubro 1, 2009
DROP ZONE THAITI
A PADI, Body Glove e revista Sport Diver lançou um filme no Tahiti com experiências nunca vista antes. Cenas incríveis de mergulho e ondas perfeitas - a fusão entre dois esportes de aventura.
Siga surfistas profissionais e os mergulhadores Alex Gray, Cheyne Magnusson e Holly Beck em uma única viagem acima e abaixo da superfície.
Tubarões, tartarugas, arraias e ondas perfeitas são apenas algumas amostras do que é possível assistir nessa aventura épica.
Veja mais no Portal Mergulho Brazil!

Por Carla Layane

Fernando de Noronha com muito charme

agosto 20, 2009
Solar dos Ventos 1
A Pousada Solar dos Ventos está situada a apenas 300 metros da Baía do Sueste onde há grande concentração de peixes, polvos, arraias e principalmente tartarugas marinhas, que podem ser vistos facilmente durante o mergulho.
Solar dos Ventos
Acomodações
Solar dos Ventos 2
Possui oito bangalôs de madeira rústica ( sendo 04 duplos, 2 triplos e 02 bangalôs família para até 5 pessoas ) individuais com vista para o mar proporcionam total privacidade. São equipados com TV, ar cond., cama king size tipo box, telefone, frigobar, ducha quente ( gerada pela energia solar ) e varanda com redes.
É uma ótima opção para quem escolher Fernando de Noronha para passar a Lua de Mel!
Maiores informações pelos telefones: 55 81 3619-1347
Fotos: Divulgação
Por Carla Layane
Com informações Solar dos Ventos

Quem não tem curso pode mergulhar com cilindro em Bonito

junho 4, 2009
Rio da Prata _HaroldoPalo
Bonito oferece ótimas condições para o 1º mergulho em águas cristalinas.
UM PASSEIO SUBAQUÁTICO EM UM CENÁRIO FABULOSO!

Qualquer pessoa acima de 10(dez) anos de idade, sendo experiente ou totalmente leigo na área de mergulho, poderá desfrutar com conforto e segurança das belezas e encantos deste mundo submerso.
O passeio é conduzido por um profissional certificado internacionalmente.
Antes do mergulho o guia/instrutor dará informações satisfatórias sobre a atividade e procedimento do mergulho, em seguida você terá um período de adaptação com equipamento e ambiente.
SOU INICIANTE
Grupos de 02 (duas) pessoas por guia/instrutor.
Mas se você é iniciante não se preocupe, não precisa nem saber nadar, pode segurar no guia/instrutor e ele se encarrega de nadar por você.
O guia/instrutor controlará todo o seu equipamento, o mergulhador iniciante só precisa se preocupar em respirar e curtir!
Bonito (MS) tem ótimas condições para um primeiro mergulho com águas cristalinas, repletas de peixes, ambiente seguro com grupos limitados.  98% dos mergulhos no mundo são em mar, a maioria acesso com embarcações, onde o mergulhador esta sujeito ao desconforto de enjôo pelo balanço da embarcação.
Em Bonito o acesso aos mergulhos é de carro e pequenas trilhas.
Tempo de mergulho: Média de 40 minutos.
Profundidade: até 7 metros.
Visibilidade: de 10 a 25 metros.
Temperatura: 20 a 25 graus.
Foto: Haroldo Palo Jr.
Fonte : Assessoria de Imprensa
Recanto Ecológico Rio da Prata
Estância Mimosa Ecoturismo
www.bonitoweb.com.br
Com informações de Rudimar – Operadora de mergulho Caiman.

Freeway oferece pacote de mergulho para Fernando de Noronha

março 13, 2009
fernando-de-noronha-mergulho
Turistas mergulham em Fernando de Noronha
fernando-de-noronha
Belíssima imagem de Fernando de Noronha
morro-dois-irmaos-fernando-de-noronha
Morro Dois Irmãos
Fernando de Noronha é um arquipélago vulcânico isolado no Atlântico Equatorial Sul, sendo sua ilha principal a parte visível de uma cadeia de montanhas submersas, situada a aproximadamente 345 km do cabo de São Roque no estado do Rio Grande do Norte e 545 km de Recife, em Pernambuco.
Parque Nacional Marinho desde 1988, tudo em Fernando de Noronha é controlado de forma a preservar o seu meio-ambiente. O Instituto Brasileiro de Proteção ao Meio-ambiente (Ibama), por exemplo, permite uma cota máxima de 460 turistas por dia. É proibido pescar e há algumas praias onde até o banho de mar é controlado (por serem locais de desova de tartarugas e golfinhos ou santuários de dezessete das 23 espécies de coral existentes na costa do Brasil).
Graças à corrente marinha oceânica, vinda da África, as águas de Fernando de Noronha são praticamente livres de sedimentos em suspensão o que a torna um dos principais pontos de mergulho do mundo, com boa visibilidade mesmo a 50 metros de profundidade e temperatura amena o ano inteiro.
Fernando de Noronha hoje é exemplo de preservação ambiental em convívio direto com a atividade turística.
PROGRAMA
1º Dia – SÃO PAULO / NATAL
Embarque no aeroporto de Guarulhos no vôo GOL 1902 às 11h00 com chegada a Natal prevista para 14h20. Recepção no aeroporto e traslado ao Iate Club de Natal, onde embarcaremos às 18h00 para iniciarmos nossa viagem a bordo da embarcação Enterprise, da Atlantis Divers, um confortavel catamarã de 23 metros onde teremos jantar a bordo e conheceremos nossos companheiros de viagem e mergulhos. Pernoite à bordo.
2º Dia – NATAL / FERNANDO DE NORONHA
Pela manhã, faremos 2 mergulhos em Natal (Batente das Agulhas 15m) e em seguida, iniciaremos a navegação com destino à Fernando de Noronha (aproximadamente 24h). Durante o tempo de navegação, aproveitaremos as confortaveis intalações da embarcação.
3º Dia – FERNANDO DE NORONHA
Chegada em Fernando de Noronha prevista para o início da tarde. Faremos 2 mergulhos e veremos o incrível por do sol à bordo.
4º Dia – FERNANDO DE NORONHA
Após o café da manhã, faremos entre 3 e 4 mergulhos. Opção de mergulho noturno (incluido).
5º Dia – FERNANDO DE NORONHA
Após o café da manhã, faremos entre 3 e 4 mergulhos. Opção de mergulho noturno (incluido).
6º Dia – FERNANDO DE NORONHA
Após o café da manhã, mergulho na Corveta Ipiranga V17 (credenciados para tal) ou 2 mergulhos. Tarde livre para passeios opcionais pela ilha.
7º Dia – FERNANDO DE NORONHA / NATAL
Na parte da manhã, faremos 2 mergulhos e em seguida iniciaremos a navegação de retorno à Natal (aproximadamente 24h).
8º Dia – NATAL
Chegada em Natal prevista para o início da tarde onde faremos em torno de 3 mergulhos (Risca do Zumbi 15m; Cmdte Pessoa 26m; São Luiz 27m). No final da tarde, chegaremos no Iate Club de Natal. Recepção e traslado ao hotel escolhido. (quando não embarcado, não inclui refeições).
9º Dia – NATAL / SÃO PAULO
Manhã livre para conhecer Natal e suas praias. Na parte da tarde, traslado ao aeroporto de Natal para embarque no vôo Gol 1903 as 16h30 com chegada prevista em Guarulhos as 20h00.
PASSEIOS SUGERIDOS:
TRILHA HISTÓRICA
Iniciamos esta trilha pelas praia do Americano, onde faremos nossa primeira parada para banho, depois seguiremos pela trilha passando pelas ruínas do antigo Forte de São pedro do Boldró, de onde poderemos observar uma linda paisagem das ilhas secundárias e do Morro dos Dois Irmãos. Seguiremos em nossa caminhada até chegarmos a praia do Boldró, local de nossa segunda parada para banho de mar e mergulho livre. Caminharemos pela encosta do Morro do Pico até a praia da Conceição e posteriormente chegaremos à Vila dos Remédios, onde vamos conhecer o Sítio histórico composto por antigos casarios, igreja, forte e ruínas de antigos presídios.
TRILHA DO GOLFINHO
Nossa caminhada começa em direção ao Mirante da Baía dos Golfinhos, de onde do alto de um paredão de aproximadamente 60 metros, iremos observar por alguns instantes, o comportamento dos Golfinhos Rotadores. Seguiremos a caminhada passando pelas encostas que vai da Baía dos Golfinhos até Baía dos Porcos. Durante todo trajeto iremos observar belos mirantes com paisagens únicas, além de poder estar bem próximos de ninhos de aves marinhas, que utilizam as árvores dessas encostas para procriarem. Após a caminhada por essas encostas, desceremos as escadas que dão acesso a praia do Sancho, onde faremos nossa primeira parada para banho e mergulho livre. Continuamos a trilha caminhando agora pelas praias do Porcos, Cacimba do Padre, Bode, Americano e por último Boldró. Durante a passagem por essas praias faremos parada para banho e mergulho livre, dependendo da condição do mar.
TRILHA DO LEÃO
Essa trilha também será feita por praias do lado do mar-de-fora. Iniciaremos a caminhada indo em direção ao Mirante dos Abreus, seguiremos passando pelo único mangue em ilhas oceânicas do atlântico sul e em seguida chegaremos a Baía do Sueste, local de alimentação de tartarugas marinhas e onde faremos nossa primeira parada para banho e mergulho livre. Continuamos nossa caminhada, agora em direção ao Mirante da Maré Gráfica, antigo medidor de maré e de onde se tem uma linda vista de toda a Baia do Sueste. Posteriormente iremos em direção a praia do Leão, a preferida das tartarugas marinhas para desovarem. Chegando lá se descobre o motivo.
TRILHA DO ATALAIA
Nesta trilha iremos contemplar praias, Mirantes e piscinas naturais do lado do mar-de-fora. Inciaremos a caminhada pela praia da Caeira onde vamos parar para banho em suas piscinas naturais. A trilha continua por uma longa caminhada pela encosta entre as falésias e a praia, passando por pedras soltas que formam o cenário desta bela praia. Chegaremos ao alto do Morro da Pontinha de onde teremos uma maravilhosa vista de parte do arquipélago e suas ilhas secundárias. Seguiremos pelo alto da falésia avistando belos cenários fotográficos até começar a descida para a praia do Atalaia, onde faremos nossa próxima parada para banho e mergulho de flutuação. Após o banho na praia do Atalaia, iniciaremos nossa caminhada de retorno passando por belos visuais para contemplação e fotografia. O roteiro desta trilha poderá ser o inverso.
Para mais detalhes sobre valores e opções de pagamentos, clique no link.
Fonte: Freeway
Fotos: Haroldo Palo Jr.

Tá cada vez mais… BONITO! (Matéria de Capa da Revista Mergulho)

dezembro 17, 2008
_DSC2134
Flutuação no Rio da Prata
_DSC3535Mergulho Scuba no Abismo Anhumas
_DSC6229Estância Mimosa
_DSC1087Balneário Municipal de Bonito
O próprio nome já diz tudo: Bonito. Desde o início da década de 90, quando a cidade despontou como destino de ecoturismo brasileiro e mundial, as pessoas não param de concordar com a frase chavão: “Bonito é lindo”. A meca do snorkelling de água doce no Brasil nunca decepcionou, mesmo aos mais exigentes, com sua visibilidade de dezenas de metros propiciada pelas águas calcárias da região. E em time que está vencendo não se mexe, como diz o ditado. Certo?
Errado. Porque mexeram em Bonito – pra melhor. Os passeios se organizaram mais, foram propagandeados no exterior intensamente, o treinamento dos guias foi aperfeiçoado,  e o resultado está aí: Bonito foi eleito pela 7ª vez consecutiva o Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil no prêmio 2008 da revista Viagem & Turismo. O passeio do Rio da Prata foi eleito pelo 2º ano consecutivo o melhor do Brasil pelo Guia Brasil 2008, da Revista 4 Rodas. Pelo ranking da mesma revista, a cidade conta também com o Melhor Planejamento de Desenvolvimento Sustentável de Turismo do país.
Não é pouco. Bonito se transformou em pouco tempo num destino de ponta do cenário nacional e internacional, tudo isso graças a uma organização e preocupação ambiental notórias. Mesmo o centrinho da cidade ganhou novidades na onda de melhorias: uma praça enorme com o “Monumento às Piraputangas“, uma escultura e chafariz do peixe-símbolo da região, foi erguida na rua principal para deleite dos visitantes.
Entretanto, os cerca de 72 mil turistas que vão a Bonito todos os anos não querem ficar passeando no centrinho; querem fazer os passeios, flutuar nas águas cristalinas do calcário e relaxar no spa natural que a região é. Para todos os que aportam agora na cidade, vindos dos mais diversos países, há mais opções de passeios com guias super-simpáticos e bem treinados. Os locais tradicionais de visitação estão melhorando cada vez mais em seu receptivo e na qualidade do que é oferecido, principalmente as informações de meio ambiente. Para os aficionados por mergulho também não faltam mudanças: há points novos esperando por quem se aventure por lá.
Um destes novos points de mergulho é em um antigo conhecido, o rio da Prata. Além de oferecer a melhor flutuação do país, em água cristalina entre piraputangas, dourados, curimbas e pacus, agora podemos mergulhar com cilindro em um trecho do rio da Prata. Percorrem-se 800m em um pedaço do rio onde a profundidade máxima é de meros 7m, com garantia de mergulhos tranquilos para todos os níveis de certificação.
Mas não se deve desdenhar do mergulho só por ele ser fácil demais. Diferente da flutuação, que começa no rio Olho D’Água, o mergulho fica 100% no rio da Prata. A perspectiva que temos na flutuação é de cima, sobre as maravilhas que estão no fundo; no mergulho, a sensação é de maior integração ao rio, somos parte do rio e esta perspectiva é diferenciada da que 90% das pessoas que visitam Bonito têm. Peixes que se aproximam pouco da superfície, como o cascudo e a joaninha, são facilmente vistos entocados entre troncos e raízes.
A paisagem, aliás, é outro diferencial do mergulho no rio da Prata. Se na flutuação a sensação é de estarmos num aquário, no mergulho a sensação muitas vezes é de estarmos em meio a um “naufrágio” natural, recortado por várias reentrâncias e substratos esculturais feitos de madeira apodrecida, onde a vida animal se esconde. Há verdadeiros paredões de raízes, formações de pedras retorcidas que adicionam um mistério ao local. O mergulho no rio da Prata é dicotômico: cheio de sombras, mas ao mesmo tempo de uma clareza inacreditável, nos momentos em que se chega próximo à superfície – há trechos em que o rio tem menos de 1 metro de profundidade e aqui, precisa-se ter cuidado, para não perturbar demais o fundo ao passar. De quebra, quando colocamos a cabeça for a da água, avistamos macacos e tucanos passeando pela mata ciliar. Integração total com a natureza.
Mas nem só de rio da Prata vive Bonito. Apesar de velho conhecido, outro passeio sub imperdível é o mergulho no Abismo Anhumas. Para fazê-lo, é preciso descer de rapel por uma fenda na rocha – a descida é rápida, a subida é lenta (requer bom preparo físico), então aproveite para se embasbacar com as estalactites na volta, subindo. Aterrissamos numa plataforma de madeira a 72m abaixo da fenda inicial – é um abismo, afinal. Lá embaixo, um lago de visibilidade fantástica com uma floresta de cones submersos, formações geológicas calcáreas que levaram mais de 300 milhões de anos para chegarem àquele tamanho – com cerca de 20m de altura, são os maiores até hoje descobertos no mundo.
Pode-se snorkellar em flutuação ou fazer mergulho autônomo no Anhumas. Só não pode sair do Abismo sem entrar na água e ver de perto os cones e outras estruturas bizarras que a natureza moldou ali. No mergulho, a profundidade máxima é de 18m e a visibilidade chega a impressionantes 40m. Temos a oportunidade de ver alguns esqueletos de animais que morreram ao cair ali e de passear pela floresta de cones passando por dentro deles – e tendo noção do quão gigantes eles são. Não há corrente, a única restrição é a água gélida – o que convenhamos, é um problema que um bom neoprene sana. Visitar Bonito e não conhecer esse pedaço lunático de geologia sub é praticamente um sacrilégio.
O CECAV (Centro Nacional de Estudo, Proteção e Manejo de Cavernas) é o órgão do governo federal responsável por regulamentar atividades em caverna no Brasil. Ele que liberou a licença para exploração ecoturística do Anhumas há alguns anos, e agora está finalmente prestes a aprovar o plano de manejo exigido pela licença ambiental para visitação e mergulho na Lagoa Misteriosa, outro point sub imperdível. A Lagoa é uma dolina submersa, com dois poços de cerca de 10 metros de diâmetro cada e até hoje não se chegou ao fundo ainda – 240 metros de profundidade foi o máximo que equipes técnicas conseguiram ir. Quando esta atração estiver liberada (espera-se que seja em poucos meses) para mergulho autônomo, será definitivamente a hora de ir (ou voltar) a Bonito.
Lá estando, mergulhe bastante, mas não deixe de conferir algumas das atrações mais conhecidas e famosas da região – elas o são por uma razão óbvia, são maravilhosas. Extremamente fotogênicas, a flutuação do rio da Prata, do rio Sucuri e do Aquário Natural ainda são passeios obrigatórios – e engana-se muito quem acha que “flutuação é tudo igual”. Cada uma tem suas peculiaridades, seu ritmo e principalmente sua paisagem sub. O ideal é fazer as três como fizemos e se deixar levar pelas sensações em cada uma delas: encantar-se com as rochas, o Vulcão, ressurgência submersa de onde brota a água limpa que alimenta o rio Olho D’Água, e a paisagem sub dramática no rio da Prata; ter a sensação de “voar” sobre um jardim verde submerso no rio Sucuri onde a corrente um pouco mais forte te permite tal sensação; e observar os diferentes tons de azul que a água do Aquário Natural possui.
Há também os passeios secundários, menos badalados, com excelentes surpresas sub – e você, mergulhador antenado, não pode deixar de visitar pelo menos um deles. Na Estância Mimosa, por exemplo, fizemos uma trilha de cerca de 4 horas com Rafael, um guia treinado margeando o rio Mimoso, em meio à mata ciliar e trechos de cerrado. Nesse trajeto, passamos por mais de oito cachoeiras e em muitas delas pode-se nadar em piscinas naturais. A água não é tão clara como nos rios mais “famosos” de Bonito, mas mesmo assim a visibilidade não compromete o belo visual sub que a cachoeira proporciona. Para complementar, a comida servida durante o dia na Estância Mimosa é típica de fazenda, tudo fresco vindo da horta sustentável que a Estância mantém, deliciosa e cheia de quitutes especiais, como o doce de melancia e de jaracutiá, meus prediletos. Para compensar a caminhada, nada como esquecer a dieta nesse local onde a gastronomia se destaca.
Um outro local que merece ser visitado é o Balneário Municipal de Bonito. Mantido pela prefeitura local, o Balneário está localizado num ponto onde o rio Formoso faz uma curva e cria uma piscina natural – devidamente concretada de um lado para os visitantes menos acostumados com a água entrarem ali. No Balneário, centenas de piraputangas nadam próximas às pessoas, aguardando serem alimentadas. Antes os turistas davam salgadinhos e quetais pros peixes, que estavam ficando mal-nutridos e obesos – muitos ainda são. Hoje vende-se ração de peixe no Balneário, prática controversa que perturba a alimentação natural do bicho e que traz à tona a discussão: o que é mais ecologicamente factível quando lidamos com tantas pessoas visitando um local? O melhor seria educar a não alimentar, mas há pouca fiscalização e o que na teoria seria ideal, na prática já se mostrou complexo de se administrar. Então vendem ração.
Mesmo quem entra no Balneário sem comida alguma pros peixes, se impressiona com a quantidade de piraputangas. Vez ou outra, um dourado pode aparecer. Pacus também são fregueses. A visibilidade cristalina e os pouquíssimos metros de profundidade convidam à flutuação. Do outro lado do rio, uma matinha ciliar onde tucanos se exibem. O rio Formoso ali ainda tem uma pequena corredeira, que deixa o cenário do Balneário mais bonito ainda para os que querem garantia de passeio tranquilo, de contato com a natureza mas sem aventuras muito radicais.
Porque Bonito é perfeito no cenário do ecoturismo nacional e internacional exatamente por isso: tem satisfação garantida para todos os gostos e idades. E cada vez essa promessa só melhora e não tem como a gente fugir do clichê – ou melhorá-lo, talvez: Bonito está cada vez mais lindo.
DICA DA AUTORA: Bonito pode ser visitada durante o ano todo, mas fica a dica especial: de dezembro até início de janeiro, o sol bate direto dentro do Abismo Anhumas, formando um faixo de luz incrível, o que torna a caverna ainda mais bonita. Em setembro, há menos chuva e mais dias de sol – e a flutuação fica mais bonita quando há sol. Não esqueça de tomar também um copo de suco de guavira, fruta regional típica, e de experimentar um gole da cachaça de canela Taboa.
COMO CHEGAR: Se você compra um pacote com opção aérea, voa até Campo Grande (MS) e de lá uma van ou similar o transporta até Bonito (cerca de 3h em direção sudoeste). Ou pode-se alugar um carro em Campo Grande e dirigir por estrada asfaltada até a cidade. Todos os passeios ficam em áreas mais afastadas do centro de Bonito, alguns em outro município, inclusive. Caso você esteja com seu próprio carro, prepare-se para enfrentar algumas estradas de terra.
ONDE FICAR: Bonito tem dezenas de opções para estadia. Em nossa ida para lá, ficamos na Pousada Águas de Bonito, que além de ser muito aconchegante, participa de um projeto de sustentabilidade ambiental, que visa a economia, despoluição e uso equilibrado da água da região. Recomendadíssimo.
CURIOSIDADE: A mesma água calcária que torna a água dos rios de Bonito cristalina é fonte de um problema inusitado. Em média uma vez por semana, os moradores da cidade e donos de hotéis precisam abrir seus chuveiros elétricos e limpar a resistência da precipitação de sal calcário que se forma; caso contrário, o chuveiro queima após poucos dias de uso.
Fonte: Lúcia Malla para Revista Mergulho

Vidal Haddad Jr lança guia sobre animais aquáticos perigosos do Brasil

novembro 26, 2008
guia-animais-perigosos1O autor Vidal Haddad Jr. em parceria com a editora Roca lançam o livro Animais Aquáticos potencialmente Perigosos do Brasil – Guia Médico e Biológico que reúne dados estatísticos, terapêuticos e de atendimento à acidentados por animais marinhos e fluviais, além de medidas de primeiros socorros.
O objetivo desta obra é fornecer essas importantes informações a profissionais de saúde, estudantes de Medicina ou Ciências Biológicas, pescadores, equipes de mergulho e qualquer pessoa que esteja freqüentemente em contato com esses animais.
Para outras informações entre em contato com a editora através do site www.editoraroca.com.br.
Fonte: Revista Turismo

Nenhum comentário: